Select Menu

Narrativas

Narrativas
» » » » Vamos jogar Pôquer - Dust Devils - RedBox Editora
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga




Contagem regressiva para o lançamento de Dust Devils Stories in the old West pela RedBox Editora (Leia a resenha aqui) e ontem tivemos a divulgação em um comentário da RedBox no Facebook que provavelmente teremos uma caixa de luxo!!! Logo após a publicação da resenha Dust Devils aqui no blog (Leia a resenha aqui) onde informo que o sistema utiliza a jogatina de pôquer, recebi inúmeros emails perguntando se é difícil, se atrapalha o jogo, é igual ao sistema de jogatina de Dead Lands, se é possível utiliza dados e demais dúvidas... Bem podem ficar bem calmos, pois o sistema é simples e de fácil assimilação e ao utilizar o baralho e as fichas de pôquer (eu ainda coloco uma toalha verde na mesa para passar ainda mais a ideia de Western) o clima do jogo fica muito mais interessante. Se for possível (e tiver tempo) preparo um PodCast com dicas, mais creio que será mais um série de post.

Dando início a série de post com a temática Western, apresento a vocês as regras básicas (bem básicas mesmo) de uma jogatina de pôquer, já preparando e iluminando o caminho para aqueles que ainda estão na dúvida de comprar Dust Devils, saliento que esse tutorial básico se refere ao pôquer comum, pois o Pôquer de Dust Devils tem algumas alterações na mecânica para um melhor aproveitamento dentro do jogo. 
Sem dúvida nenhuma o pôquer (poker) é um jogo clássico de cartas, jogado mundialmente e possui diversas variações, mais um fator que está presente sempre é o objetivo do jogador formar a melhor mão de pôquer (poker) com cinco cartas.


Jogue com as pessoas e não com as cartas
Durante uma rodada de pôquer (poker) é fundamental entender porquê os outros jogadores apostam, ou porquê eles não apostam. Durante a jogatina é um momento único de interpretação, pois quando um jogador não puder cobrir uma aposta ele deve ceder (desistir da rodada) sem ver as cartas na mão do vencedor, ou seja, um bom jogador pode vencer apenas com blefe, apesar de não ter uma boa combinação de cartas.
Durante a sessão de Dust Devils será comum momentos em que os jogadores começaram a interpretar uma negociação ou tentar a convencer seus opondes de carteado a desistirem de suas apostas, e o narrador deve incentivar esse momento de interação desde que venha a acrescentar a história, pois a jogatina de pôquer de Dust Devils é diferente de uma simples jogada de dados, pois a mesma vale cada momento em que se utiliza sem interromper a narração. Os meus jogadores costumam dizer que Dust Devils é dois jogos em um, a jogatina da historia da sessão e a história da jogatina que se inicia em cada rodada de pôquer (poker). Jogadores profissionais de pôquer confirmam que o pôquer (poker) é considerado mais um jogo de pessoas do que um jogo de cartas.

Combinações de cartas vencedoras
Apesar de centenas de variações de pôquer (poker) serem jogadas ao redor do mundo, a maioria concorda numa coisa comum: O ranking da mão de pôquer (poker) são cinco cartas. O seguinte ranking desta mão de pôquer (poker), é quase universal.

Ranking da mão
Esta lista é usada para determinar qual das duas mãos de pôquer (poker) é a mais alta:

Seqüência de cor (Straight Flush & Royal Straight Flush)

A melhor seqüência de cartas do pôquer (Poker) possível é a seqüência de cor.  São cinco cartas em seqüência e do mesmo naipe.
Se ocorrer empate entre os jogadores que seguram uma seqüência de cor, quem tiver a carta mais alta ganha. Se a carta mais alta for igual, considere que todas as cartas são iguais. Os naipes diferentes não têm valores diferentes nas mãos de pôquer (Poker), portanto uma seqüência de cor de copas não ganha de uma seqüência de cor de paus. Uma seqüência de cor com um “As” alto se chama – Royal Straight Flush.

Quadra (Four of a Kind)

A segunda mão do pôquer (Poker) mais alta é a quadra, é uma mão com quatro cartas do mesmo valor. Se dois jogadores têm uma quadra, ganhará quem tiver as quatro cartas mais altas. Por exemplo, quatro dez ganham de quatro oitos. Se dois jogadores têm uma quadra com as mesmas quatro cartas, ganhará quem tiver a quinta carta maior. Esta carta se chama a carta lateral. Se as cartas laterais também são do mesmo valor, haverá um empate e as apostas serão divididas.

Full house
A seqüência de cartas mais conhecidas do pôquer (Poker), o Full House é composto por uma seqüência de trinca e um par. Se dois jogadores têm um Full House, ganhará quem tiver a trinca mais alta. Se a trinca for igual, ganhará quem tiver o par mais alto. Se os pares também forem iguais, há um empate e as apostas são divididas.




Flush
Se todas as cinco cartas forem do mesmo naipe, a mão é um Flush. Se dois jogadores têm um Flush, ganhará quem tiver a carta mais alta. Se estas forem iguais, ganhará quem tiver a segunda carta mais alta, e assim em adiante. Se todas as cartas forem iguais, haverá um empate e as apostas são divididas. No pôquer (poker) não há ordem entre os naipes.




Seqüência (Straight)
Para uma mão ser uma seqüência, as cinco cartas têm que estar em seqüência numérica. Se dois jogadores têm uma seqüência, ganhará quem tiver a carta mais alta. Se ambas as seqüências tiverem a mesma carta mais alta, haverá um empate e as apostas são divididas.






Trinca (Three of a kind)
Se três cartas têm o mesmo valor, você tem uma trinca – se as duas restantes cartas não são um par. Se dois jogadores têm uma trinca, ganhará quem tiver as melhores três cartas. Se as três cartas forem iguais, a mão com a melhor carta lateral ganha, ou se as melhores cartas laterais também forem iguais, quem tiver a segunda melhor carta lateral ganha. Se ambas as cartas laterais também forem iguais, haverá um empate e as apostas são divididas.


Dois Pares (Two pair)
Dois pares é exatamente o que soa, duas cartas de um valor e mais duas cartas de outro valor.
Se dois jogadores têm dois pares, ganhará quem tiver o melhor par, ou se estes forem iguais, o jogador com o segundo melhor par ganhará. Se os melhor e pior pares são iguais, a mão com a melhor carta lateral ganhará. Se estas também são iguais, as mãos empatam e o pote é dividido.



Par (Pair)
Se duas cartas na mão são do mesmo valor, e nenhuma das mãos acima podem ser feitas, a mão é um par. Se dois jogadores têm um par, ganhará quem tiver o melhor par. Se estes forem do mesmo valor, a mão com a melhor carta lateral ganhará, ou se estas também são iguais, quem tiver a segunda melhor carta lateral ganhará, e assim adiante. Se ambos os pares e todas as cartas laterais são iguais, as mãos empatam e o pote é dividido.


A mão com a maior carta
Se nenhuma mão tem qualquer das combinações mencionadas acima, a mão com a melhor carta individual ganhará. Uma mão com um As é melhor que uma mão com um Rei alto. Uma mão com um Rei é melhor que uma mão com um dez alto, e assim adiante. Se todas as cinco cartas forem iguais, haverá um empate e as apostas são divididas.





Agora depois de algumas explicações básicas sobre pôquer espero ter desmistificado esse jogo para pessoas que acompanham os Filhos da Gehenna e ficaram preocupados com o sistema, pensando que seria chato e enfadonho jogar Dust Devils, novamente reforço a minha opinião que este é um RPG de peso e bastante divertido!!


Confira mais informações de Dust Devils no site da RedBox Editora, no RedBlog, na Fanpage e sigam a editora no twitter.




Nos siga no Twitter @FilhosdaGehenna

Curta a FanPage Filhos Da Gehenna




Autor: Jan Piertezoon
A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast.  Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller & Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!




Autor Jan Piertezoon

A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast. Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller e Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios