Select Menu

Narrativas

Narrativas
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga




Em uma realidade em que temos muita liberdade, estamos destinados ao ócio, cabe aos escolhidos libertar a todos destes destino.
Ayko, Sociedade Armada.

Após ler ao quickstart de Mundo Perfeito de John Bogéa e “estudar” as criticas feitas ao sistema, decide que iria apresentar e narrar ao meu grupo de RPG uma aventura no Mundo Perfeito, mais para isso sempre acabo preparando algumas referências para que ao apresentar o jogo, eles possam ter onde se inspirar para criar os seus personagens e nesse novo RPG, exige um pouco de maturidade para que o jogador possa absorver e utilizar todos as possibilidades.

Antes de continuar, saiba que este post é uma forma que criei para preparar uma aventura de Mundo Perfeito, ainda não é a minha opinião sobre o jogo, logo mais teremos um PodCast com a criação de personagem algumas sessões de jogos e explanação de nossas opiniões.


Detalhes da preparação...

Quando vou apresentar um novo jogo aos meus jogadores já tenho em mentes alguns detalhes de uma possível aventura. Todo narrador que esta acostumado a narrar para um grupo fixo tem total controle sobre as preferências dos jogadores, então nesse caso fica fácil elaborar um cenário ao qual os jogadores poderão assimilar mais fácil o novo conceito de jogo. Dessa forma, determinei algumas características para essa aventura em questão.

Local: Osaka – Japão
Ano simulado: 2013
Estação do ano: Inverno
Residência do Avatar: Quarto Branco
Área dominada por uma Guilda: Ilha Urbana
Valores Monetários (dinheiro | Créditos): Tiên
Movimentação do valor monetário: Moda & Aparência
Forças Reacionárias: Daí-ly

Para um cenário onde a tecnologia é fundamental, nada melhor que levar os jogadores para o Japão, além disso, a excentricidade dessa nação em suas vestimentas já fornece uma grande gama de opções para a criação de Avatares.

Osaka possui três áreas que são ideais para o desenvolvimento de minha aventura. O setor comercial com mercados e restaurantes, o setor financeiro onde esta reunido um grande número de empresários e o setor cultural onde temos o Castelo de Osaka e as residências nas proximidades que apesar da época tecnológica ainda mantêm o estilo do Japão feudal.

Ano simulado é o período ao qual a Hirpenet apresenta para os seus usuários. Esse quesito ajuda ao narrador a reduzir muito da descrição desnecessária e focar apenas em alguns locais que realmente necessitam da atenção dos jogadores.

Quarto Branco: esse conceito foi desenvolvido para representar a residência do Avatar dentro da Hipernet. Assim que um Avatar entra na Hipernet ele tem direito a uma área totalmente branca ao qual ele irá “criar” a sua residência. O Governo fornece a população alguns modelos básicos de residência que podem ser modificados de acordo com o valor monetário gasto na residência. O tamanho inicial é de 96m2, que podem ser expandidos. A customização do Quarto Branco pode ser externa e interna, o nome desta customização é Template, é um modelo de residência que pode ser aplicado ao quarto. Em cada Quarto Branco o Governo disponibiliza um Inteligência Artificial – IA para orientar e informar ao Avatar todas as novidades da Hipernet. Através da IA o Avatar tem acesso a todas as formas de customização de sua residência, mais a principal função da IA é monitorar o Avatar, pois o Governo passa a ter acesso a todos os movimentos e informações que tramitarem dentro do Quarto Branco.

Ilha Urbana: quando um Avatar expande muito o seu Quarto Branco ele passa a ter controle de grandes áreas, que serão customizadas a sua vontade, onde ele até passa a alugar o espaço por um determinado valor para outros Avatares. As Ilhas Urbanas são grandes centros urbanas “isolados” da atual realidade da Hipernet, pois possui uma realidade própria, ou seja, uma Hipernet personalizada. Na aventura ao qual estou narrando as principais Ilhas Urbanas são:

Lon Xon: essa Ilha Urbana é para os Avatares que querem liberar todos os seus desejos sexuais. Toda a ilha lembra uma grande boate com vários adornos que estimulam a atos sexuais. Esta Ilha se tornou famosa, pois é frequentada por muitos figurões importantes do Governo de Osaka. É nesse ambiente onde diversos acordos que podem mudar o Governo de Osaka são realizados, e é a principal área de atuação do Conselho Anarquista.

Dan Chu: essa Ilha é a principal área de ação da Irmandade Vermelha, pois toda a área é a Universidade de Osaka, local ideal para a Guilda armar as mentes dos Avatares contra a opressão do Governo. Existe uma grande movimentação de Avatares que querem simular o cotidiano de um estudante, o que é ideal para os membros da Irmandade Vermelha conseguirem novos filiados, aptos a seguirem os dogmas da Guilda.

Van Chuyen: é uma grande estação de metrô, ponto estratégico ideal para a guilda Sociedade Armada, pois com essa condição eles possuem um local ideal para esconder as suas atividades além de ser ideal para a locomoção.


O valor monetário, ou seja, o dinheiro é comumente conhecido como Tiên. Na Hipernet todo Avatar cria um cartão de crédito no qual tem registrado toda a sua movimentação monetária, o cartão é único e apenas o Avatar que o criou pode usar. Para realizar a transferência de dinheiro, deve-se colocar dois cartões de crédito emparelhados que o Tiên é transferido de acordo com a vontade do Avatar.  



A moda é o que movimenta esse mundo na Hipernet, em um cenário ao qual você tem total liberdade para criar a aparência de seu Avatar, de sua residência e até do seu dinheiro, podemos afirmar que todos vivem de aparência. Muitos Avatares trabalham apenas para conseguir Tiên para comprar Templates para o seu Quarto Branco, ou comprar aquele Add-on estiloso que está na moda. Quando um designer criar um Add-on ou Template ele deixa sua marcar registrada, e alguns Add-on ou Template podem valer verdadeiras fortunas. Mesmo o Avatar tendo a possibilidade de criar um Add-on ou Template igual ao da moda o sistema não permite que ele copie a marcar registrada que concede a veracidade do produto. A marca registrada de um designer é tão importante que ela fica bem visível no Add-on, para que todos possam comprovar a origem do adereço.

Os Avatares que possuem muito dinheiro e/ou prestigio, podem registrar a sua aparência, o conjunto de add-on que formam a sua imagem. Quando um Avatar utiliza um conjunto de Add-on já registrado, em alguma parte visível de seu corpo, geralmente nos braços aparece um ponto de exclamação vermelha, indicando a cópia da aparência. Esse fato ocorre para evitar que qualquer Avatar copie a aparência de determinadas figuras importantes da Hipernet.



O Governo de Osaka é bem severo com as Guildas e mantém agentes armados e preparados para combater as ações que queiram interromper com o sistema da Hipernet. Esses agentes são denominados Daí-ly e estão espalhados por diversas áreas de Osaka.


Brainstorming

Essa é a preparação realizada para iniciar uma aventura no Mundo Perfeito e ficar bem mais fácil de apresentar aos meus jogadores. Para Narradores que queiram buscar novas fontes de inspiração para elaborar as aventuras no Mundo Perfeito índigo algumas ideias logo mais abaixo.

Saliento novamente que este post é uma forma que criei para preparar uma aventura de Mundo Perfeito, ainda não é a minha opinião sobre o jogo, logo mais teremos um PodCast com a criação de personagem algumas sessões de jogos e explanação de nossas opiniões.

Animes&Mangá

Psychos-pass – nesse anime surgiram a maioria das minhas ideias, pois ele apresenta uma Osaka futurística onde todos estão conectados a uma rede neural, que controla todas as ações da população.

Jormungand – o anime apresenta um grupo de traficantes de armas, conseguir visualizar perfeitamente a sociedade Armada, pois o grupo é leal e honrado com os seus companheiros e não importa o que aconteça eles sempre cumprem com o acordo.

Control - The Money of Soul and Possibility – o dinheiro é tudo nesse anime.


RPG
Guia da Tecnocracia – esse livro é perfeito para algumas ideias bem bacanas para a elaboração dos antagonistas, com muitos exemplos de forças reacionárias.


Confira mais informações sobre O Mundo Novo no Site da Retropunk, na Fanpage e no Twitter do autor John Bogéa.


Nos siga no Twitter @FilhosdaGehenna

Curta a FanPage Filhos Da Gehenna



Autor: Jan Piertezoon
A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast.  Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller & Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!


Autor Jan Piertezoon

A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast. Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller e Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios