Select Menu

Narrativas

Narrativas
» » » » Resenha: Wild Cards – Ases Nas Alturas – Livro 2
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


George R. R. Martin em conjunto com seus amigos escritores de fantasia e jogadores de RPG, desenvolveram o cenário de Wild Cards para ser utilizado em suas sessões de RPG, mas o desenvolvimento desse cenário tomou proporções épicas.

O que tornar esse universo de super-heróis único é o fato de moldar os elementos expostos por quadrinhos da Era de Ouro e da Era de Prata, dessa forma, os personagens apresentam uma maior complexidade ao evoluírem, se relacionarem e até personagens relevantes morrem... realmente permanecem mortos. Os autores também mantêm diversas referências e algumas críticas aos conflitos armados norte americano.

Com toda certeza Wild Cards – Ases Nas Alturas é um dos melhores livros de literatura para narradores e jogadores que buscam tornar suas narrativas mais intensas, combina perfeitamente com o recente anúncio da Redbox Editora, que planejar lançar o RPG Icons (resenha em breve), um RPG narrativo com a temática focada em super-heróis.

A editora LeYa já publicou três edições, Wild Cards – O Começo de Tudo, confira a resenha aqui no blog; Wild Cards – Ases Nas Alturas e Wild Cards – Apostas Mortais.

Resenha...  

“Entre as raças da Rede, ela era o inimigo com uma centena de nomes: semente do demônio, grande câncer, mãe infernal, devoradora de mundos, mães dos pesadelos. Nas mentes vastas das rainhas-deusas kondikki, seu nome era um símbolo que significava, pavor.” Wild Cards – Ases Nas Alturas – Livro 2.

Sinopse: Estamos no início dos anos 1980, há mais de trinta anos a humanidade convive com os atingidos pelo xenovírus Takis-A, mas a integração ainda caminha a passos lentos. Os abençoados pelo vírus, os Ases, combatem os perigos da cidade de Nova York que nunca dorme. Os amaldiçoados, com suas deformidades causadas pelo vírus, lutam pela sobrevivência no Bairro dos Curingas. E, no céu, uma ameaça espreita a humanidade, aguardando a oportunidade certa para lançar seu ataque. Um ser extraterreno chamado o Enxame ruma para a Terra, ao mesmo tempo em que alguns ases planejam uma conspiração para controlar o mundo.

Resenha: Wild Cards – Ases Nas Alturas apresenta uma narrativa mais fluida, devido aos interlúdios de George R. R. Martin, o que facilita para o leitor acompanhar e entender o desenvolvimento da trama, pois Ases Nas Alturas é responsável em preparar a narrativa para os grandes eventos que devem ocorrer em breve.

Enquanto que em Wild Cards – O Começo de Tudo era necessário diversificar as histórias para que os personagens fossem apresentados, em Wild Cards – Ases Nas Alturas o leitor é apresentado a uma narrativa mais concisa, com a sensação de uma leitura continua, mesmo durante mudança de autores, fato este que deve-se a sagacidade de George R. R. Martin em ir “costurando” a narrativa entre os contos.  

O enredo principal de Wild Cards – Ases nas Alturas tem como foco a aproximação de uma entidade espacial, conhecido por vários nomes, em especial... Enxame. A Devoradora de Mundos Enxame é uma força inteligente, capaz de desenvolver e comandar psiquicamente seres alienígenas. No desenrolar da trama o leitor é apresentado a novos personagens, o andróide Modular e alienígena Jhubben, e reencontra antigos conhecidos, como o Dr. Tachyon, Tartaruga, Croyd, Juba, Fortunato dentre outros, que devem se unir para combater a ameaça.

O interessante desse enredo é a forma de relacionamento dos personagens, algo bem complexo, atividades do cotidiano contendo elementos de super-heróis e ficção cientifica. É divertido para o leitor acompanhar os personagens sendo envolvidos nos acontecimentos, obrigados a superar traumas causados pela contaminação do vírus, conviver com a segregação da sociedade aos curingas e em diversos momentos se revoltar com algumas ações banais que os personagens cometem.

Compra certa? SIM, SIM, SIM... a narrativa em Wild Cards – Ases Nas Alturas flui com facilidade, e o leitor não percebe a mudança graças aos interlúdios escritos por George R. R. Martin, que sabe explorar enredos com diversos personagens evitando “pontas soltas” entre os contos.

A série evolui de forma surpreendente nesse segundo volume, pois a forma em que a narrativa é conduzida mantêm o leitor atento e curioso em saber como será a conclusão dos acontecimentos. O encerramento de Wild Cards – Ases Nas Alturas deixa diversas possibilidades a serem exploradas, é uma leitura excelente.

Informações básicas:
Editora: LeYa
Edição: Wild Cards – Ases nas Alturas  Livro 2, editado por George R. R. Martin, escrito por George R. R. Martin e vários, publicado nos EUA em 1987, traduzido e publicado no Brasil pela Editora LeYa em 2013.
Preço: R$ 39,90. 

Próximo livro da série: Wild Cards - Apostas Mortais


Autor Jan Piertezoon

A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast. Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller e Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios