Select Menu

Narrativas

Narrativas
» » » » Café Lúdico & Cleidson Diniz
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


Quando relatei na publicação, RPG Semanal & Aventuras Pulp & GeneSys, que a cidade de Fortaleza-CE tem uma cena bem atuante dedica ao RPG, board games e os demais entretimentos analógicos, como os encontros semanais da Vila do RPG e do Covil do RPG, que recentemente chegou a São Paulo, o meu “inbox pipocou”, indagando o motivo de não ter citado o Café Lúdico, simplesmente ainda não conhecia o local.

Após esse fato, um grupo de amigos foi até o Café Lúdico participar de um evento e ficaram maravilhados com a variedade dos jogos de tabuleiro, com o cardápio de guloseimas, com o atendimento de primeira qualidade e o ambiente confortável.

Dessa forma, convidei o idealizador do empreendimento Cleidson Diniz para participar de uma entrevista e comentar sobre o Café Lúdico.



Filhos Da Gehenna: Vamos iniciar com a costumeira pergunta... quem é Cleidson Diniz?
Cleidson Diniz: Sou um ex-analista de sistemas que largou a tecnologia da informação devido a sua paixão por empreender. Viciado em Tango (sou professor de dança) e em jogos de tabuleiro modernos (os board games), na qual, atualmente me dedico fortemente a essas duas prazerosas atividades.

Filhos da Gehenna: Como foi o seu primeiro contato com os board games?
Cleidson Diniz: Um ex-colega de trabalho comentou comigo sobre o hobby e meus olhos brilharam, pois eu já era fã dos jogos clássicos e não imaginava que existia um universo tão vasto para conhecer. Comecei pelo Puerto Rico, e ao terminar a partida estava encantado com a experiência. Um jogo que tinha hora pra acabar, não era sem fim, não tinha eliminação de jogadores, sorte praticamente zero, um nível de estratégia e interações incríveis. Foi amor à primeira vista.

Filhos da Gehenna: Consegue manter um grupo regular "de jogos" e o que tem jogado atualmente?
Cleidson Diniz: Regular não, pois quando você começa a empreender passa à dedicar muito tempo aos filhos (as empresas) e essa se torna a sua “diversão” número um (risos). Mas se tiver um feriado, é certeza reunir um grupo de amigos para conhecer novos jogos. Tenho um verdadeiro fascínio por ler regras de um jogo desconhecido e ter a experiência de jogar com meu grupo pela primeira vez. Recentemente tenho jogado: Pandemic, Black Stories, Carson City, Factory Fun e Avalon.

Filhos da Gehenna: Qual a sua preferência em relação aos gêneros dos jogos de tabuleiro moderno?
Cleidson Diniz: Difícil responder, pois cada gênero tem o seu momento. Depende muito do grupo que está jogando com você e do tempo que tem disponível. De qualquer forma, se eu puder escolher o tempo ideal e o grupo ideal, colocaria um bom Eurogame pesado na mesa.

Filhos da Gehenna: Como e quando surgiu a ideia do Café Lúdico?
Cleidson Diniz: Surgiu cerca de dois anos atrás de uma parceria com a minha irmã, que visitou Paris e voltou motivada a abrir um Café com qualidade diferenciada aqui em Fortaleza. Unimos isso à minha paixão por jogos modernos; na época minha coleção pessoal já era considerável, chegava a mais de 100 títulos. Inauguramos em Agosto de 2015.

Filhos da Gehenna: Você pensou sobre a iniciativa do Café Lúdico por muito tempo antes de realmente começar o empreendimento?
Cleidson Diniz: Pensei em uma Luderia, um empreendimento com jogos, mas não especificamente num Café. Sabia que aquela quantidade de board games no meu armário algum dia seria utilizada, de forma que mais pessoas pudessem conhecer aquele universo. O formato não era claro na minha cabeça, foi minha irmã que  me motivou a colocar as ideias em prática mais cedo.

Filhos da Gehenna: Você já tinha considerado a possibilidade de empreender em outra área de atuação?
Cleidson Diniz: Sim, sempre considero. É sempre um risco entrar em um mercado que você não conhece, mas pessoalmente considero motivador ter que estudar, descobrir, errar, acertar e fazer dar certo. Já penso em qual será o próximo desafio que irei me lançar, com responsabilidade, claro.



Filhos da Gehenna: Como está sendo a recepção do público de Fortaleza-CE ao Café Lúdico?
Cleidson Diniz: Tem sido muito boa. Acredito que Fortaleza carece de lugares para as pessoas se encontrarem e terem um contato mais pessoal; mais desconectados dos smartphones e de toda tecnologia que às vezes nos aprisiona. Os clientes tem no Café Lúdico uma oportunidade de se entreter, de dar boas gargalhadas, de apreciar um grão de café selecionado, de sair da rotina, de conhecer novas pessoas, enfim, tem sido muito positivo os feedbacks dos clientes.

Filhos da Gehenna: Entre os frequentadores do Café Lúdico, há um perfil ou faixa etária dos jogadores ou qualquer pessoa pode chegar e jogar?
Cleidson Diniz: Qualquer um pode jogar, mas a nossa faixa etária seria a partir de 8 anos de idade. Realmente não temos jogos para crianças abaixo dessa idade. O legal é ver filhos jogando com os pais e até com seus avós. Existem muitos jogos interessantes para atender esse tipo de situação.

Filhos da Gehenna: Como está sendo a recepção dos frequentadores ao acervo de jogos e ao ambiente do Café Lúdico?
Cleidson Diniz: Nossos jogos são escolhidos a dedo. Se eu e os instrutores não gostamos do jogo, não oferecemos ao cliente. Por isso a experiência deles é quase sempre positiva. Na grande maioria das vezes acertamos o jogo para aquele determinado grupo e o resultado se vê imediatamente, na reação e na forma como todos se divertem. Nosso ambiente também foi muito bem pensado. Um amplo espaço, com dois andares: um climatizado e outro arejado, para atender a todos os gostos.

Filhos da Gehenna: Quais são os futuros projetos de Cleidson Diniz?
Cleidson Diniz: Essa informação ainda é meio sigilosa, mas posso revelar por alto: transformar o Café Lúdico em um modelo de franquias.


Filhos da Gehenna: Para encerrar, quero agradecer a disponibilidade ao Blog Filhos da Gehenna e solicito que deixe um convite a todos, para conferirem as novidades do Café Lúdico.
Cleidson Diniz: Eu que agradeço pela entrevista, foi um prazer responder cada pergunta. 
Bem, meu convite seria direcionado às pessoas que não conhecem os jogos de tabuleiro modernos. Às vezes a palavra “jogos" afasta um pouco, pois muitos não gostam de competir, ou dizem que não sabem jogar nada, que não tem sorte e etc. O que eu tenho a dizer a essas pessoas? Venha ao Café Lúdico e nós vamos lhe surpreender, para cada perfil de pessoa nós temos jogos que se encaixam perfeitamente. Em poucos minutos você estará se divertindo com seus amigos e descobrindo um universo lúdico grandioso. Você vai se perguntar: “porque eu não conheci isso antes?”. Desejo muito sucesso ao Blog Filhos da Gehenna :)


Café Lúdico
Localização
Rua Delmiro de Farias, 685 - Jardim America, Fortaleza - CE, 60416-030
Telefone:(85) 3067-7700

Café com Board Games
Que tal tomar um delicioso cappuccino, comer uma empada especial enquanto se diverte com um jogo de tabuleiro moderno? Nossa casa conta com instrutores especializados para lhe ensinar a jogar, mesmo que você não saiba nada a respeito desse universo. São centenas de títulos disponíveis, desde os mais simples até os mais estratégicos. Venha nos visitar e conheça o mundo de diversão e sabor que lhe aguarda!

Cardápio Especial
Cappuccino com Creme de Avelã, Chocolate Quente Europeu com Chantily, Milkshake de Leite Ninho, Limonada Saborizada, Dadinhos de Tapioca com queijo, Brownie com Sorvete... Essa são apenas algumas das delícias que você vai saborear em nossa casa. Oferecemos um grão de café especialmente selecionado, de qualidade superior, que vai elevar o seu paladar a outro padrão de qualidade e entendimento sobre café.

Horário de Funcionamento
Abrimos de terça à domingo das 16 às 22 horas.

E ainda:
Wi-fi de alta velocidade.
Área climatizada.
Área ao ar livre.
Instrutores para lhe ensinar a jogar.
Mais de 100 jogos à disposição.
Espaço para comemorar o seu Aniversário




Café com RPG

Café com RPG, evento realizado no Café Lúdico com organização da Vila do RPG, na qual, serão disponibilizadas sessões one-shot (sessão única) de jogos variados, visando iniciar novos jogadores ao mundo dos roleplaying games. Mas jogadores experientes com certeza também terão seu espaço para jogar.

Autor Jan Piertezoon

A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast. Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller e Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios