Select Menu

Narrativas

Narrativas
» » » » Relatos: Saqueando Porto Sombrio 2ª Sessão [Sem Spoiler]
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


No dia 15 de outubro no encontro semanal do Vila do RPG narrei a Segunda Sessão: As pessoas aos poucos se apegam a este lugar, da Aventura Saqueando Porto Sombrio; que compõe Os Contos da 13ª Era – Jogo Organizado.


Nessa segunda sessão a mesa foi composta por quatro jogadores, o primeiro jogador foi o João Paulo, que já tinha jogado a primeira sessão, o segundo foi o Matheus Sales e o terceiro Paulo Arthur, ambos conheciam o 13ª Era, mas não tinham jogado; e, o quarto jogador foi o Rafael, que nunca tinha jogado RPG de mesa, sendo o RPG 13ª Era o seu primeiro contato.

O RPG 13º Era possui um sistema de fácil assimilação e Aventura Saqueando Porto Sombrio, apresenta diversas dicas de como inserir novos jogadores e como proceder em apresentar o RPG 13º Era sem inibir o jogador inexperiente, dessa forma, Rafael se envolveu na narrativa e após algumas roladas de d20's já estava entendo o básico do sistema. 

Novamente utilizei as fichas de personagens prontos disponibilizados no site da New Order Editora, no qual, os jogadores criaram as Singularidades, as Relações com Ícones e os Antecedentes de seus personagens, esse momento é bem divertido e recomendo a todos os narradores, pois esse fato apresenta um dos grandes diferencias do RPG 13ª Era.


Personagens & Jogadores
(Meio-Elfo/Bardo/2° nível) – Jogador: Matheus Sales
(Halfiling/Ladrão/2° nível) – Jogador: Rafael
(Humano/Paladino/2° nível) – Jogador: João Paulo
(Anão/Guerreiro/2° nível) – Jogador: Paulo Arthur

Relatos da Campanha [Sem Spoiler]
O relato a seguir é bem sucinto para evitar estragar a narrativa para os jogadores que forem participar da campanha dos Contos da 13ª Era – Jogo Organizado.

Segunda sessão: As pessoas aos poucos se apegam a este lugar.
Com o pagamento da primeira parte da dívida, o grupo agora deve pagar a próxima parte através do roubo de um artefato nas entranhas do inferno.

Ato I: Reunião – A sessão iniciou com o personagem Arthur (João Paulo) reunindo um novo grupo dispostos a realizar trabalhos com o objetivo de pagar suas dívidas com o Príncipe Sombrio, com o grupo reunido todos direcionam-se para a Taverna Jardineiro Devoto. Comentários: ótimo momento de interação em especial para o bardo que aproveito o público da Taverna para expor suas habilidades artísticas.

Ato II: Invasão – Com as informações obtidas na Taverna Jardineiro Devoto, o grupo se prepara para realizar uma invasão a um local de encontro de membros de atitudes suspeitas. Comentários: momento tenso, pois os personagens passaram a levantar informações sobre o local e os membros suspeitos.

Ato III: Profundezas  O grupo adentra o local suspeito, evitam diversas armadilhas, confrontam “servos sagrados” e enfrentam um grande desafio. Comentário: tenso, muito tenso, combates violentos e armadilhas mortais.


Ato IV: Retorno a Superfície  Após momentos difíceis o grupo sobrevive e consegue retornar para pagar a segunda parte da dívida

Sorteio: no final da narrativa realizei o sorteio de outro loot (uma bolsa+camisa+marca página com um qr code da trilha sonora da Aventura). O layout da camisa foi desenvolvida sobre a arte oficial do RPG 13ª Era pelo designer @akromvaleth (Álvaro Vieira).


Agora é aguarda as próximas sessões

Lembrando que...


Essa semana foi disponibilizado a Aventura: O Destino da Floresta Selvagem, segunda aventura que compõe Os Contos da 13ª Era – Jogo Organizado.
Os aventureiros estão em uma ilha flutuante que cai na Floresta Selvagem. Eles precisam sobreviver à selva enquanto rechaçam criaturas mutantes mágicas e habitantes hostis da Floresta Selvagem.


Quer saber mais sobre o RPG 13ª Era:

Acompanhe a New Order Editora em suas redes sociais – FacebookTwitterGoogle+ e Instagram (@editoraneworder).





    

Autor Jan Piertezoon

A Mente maléfica por trás da criação do Blog Filhos da Gehenna, (ir)responsável pela narração da atual crônica do blog apresentado no podcast. Aficcionado por jogos de interpretação, onde o sistema preferido para as minhas crônicas é o Storyteller e Storytelling. Um colecionador de livros de RPG e um grande consumidor de podcast. RPG Mainstream ou Indie não importa, jogo todos!!!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios